Bubble chat

4 ótimos motivos para conhecer Lisboa

Charmosa, histórica, dramática. A cidade de Lisboa, capital da pequena Portugal, se apresenta ao mundo e aos viajantes como um lugar fantástico e repleto de segredos a serem desvendados.

Além disso, Lisboa é uma cidade que oferece muitas opções de transporte (metrô, ônibus, bondes), o que permite aos viajantes um deslocamento fácil e prático, desde o aeroporto aos principais pontos turísticos da cidade.

Mais, também tem preços bem mais acessíveis em comparação a outros destinos tradicionais na Europa. Neste ponto, destaque para alimentação, hospedagem e entradas em atrações turísticas. No post abaixo, vamos explorar quatro aspectos que fazem de Lisboa uma cidade obrigatória para qualquer viajante.

História


A origem da cidade remonta aos tempos de Júlio César, imperador do Império Romano, e passam por guerras, reconquistas, unificações, revoluções.

Isto é, todas as faces da história da civilização. Por suas ruas, o viajante encontrará monumentos e lugares marcantes como:

Castelo de São Jorge


Levantado no governo de D.João I, no século XIV, a construção foi sendo ajustada no decorrer do tempo. Por sua localização sobre a mais alta colina do centro histórico, o lugar oferece uma vista sensacional da cidade e do rio Tejo. Sua importância turística se revela no 1,2 milhão de visitantes em 2014, por exemplo.

Torre de Belém


Às margens do rio Tejo, a construção foi completada em 1519 e tinha como função defender a barra do Tejo. A partir dele também partiram as caravelas, foi aduana, sede política e administrativa e farol.

Para visitar a parte interna e conhecer as salas dos reis, governadores e masmorras, onde ficavam os presos políticos, é preciso comprar ingresso. É um dos monumentos mais importantes da cidade, Patrimônio Mundial e também uma das Maravilhas de Portugal.

Monumento aos Descobrimentos


Esta obra da metade do século XX representa o passado glorioso de Portugal. Em forma de caravela, o visitante verá D. Henrique, o Navegador, em sua proa, carregando em suas mãos um mapa e uma pequena caravela.

A partir desta figura, duas filas de notáveis relacionados à era dos descobrimentos, sejam eles navegadores, guerreiros, religiosos, homens da ciência e da cultura, como Camões, Pedro Álvares Cabral, Vasco da Gama e Cristóvão Colombo.

Aos seus pés, uma linda e grande rosa dos ventos indica os lugares conquistados pelos portugueses, como, por exemplo, a cidade de Porto Seguro. Em seu topo, a vista da cidade se descortina, com destaque para a Torre de Belém e o histórico rio Tejo. Se desejar ter o melhor panorama da cidade, escolha o final da tarde, ao pôr do sol.

torre de belém em lisboa

Mosteiro dos Jerônimos


Bem diante do Monumento aos Descobrimentos está o Mosteiro dos Jerônimos. Um dos lugares mais visitados de Portugal, o Mosteiro recebe cerca de um milhão de visitantes por ano.

Além da arquitetura grandiosa, abriga os túmulos de personalidades lusitanas como Vasco da Gama, Luiz de Camões e Fernando Pessoa.

Convento do Carmo


Inaugurado em 1414, a construção é um antigo convento da Ordem dos Carmelitas da Antiga Observância. Destruído em 1755 por um terremoto, é, atualmente, um lembrete aos homens da força da natureza. Em suas ruínas funciona o Museu Arqueológico do Carmo.

Convento do Carmo em Lisboa

Gastronomia


Dona de uma das melhores culinárias do mundo, Portugal exportou para o Brasil uma série de pratos que, aqui, fizeram suas próprias carreiras.

Experimentar a comida típica de Lisboa é, pois, uma forma de conhecer o sabor original de muitas comidas presentes nas mesas dos brasileiros.

Os destaques são: caldo verde, açorda de marisco (sopa de marisco), sardinhas assadas na brasa, cozido à portuguesa e bacalhau (qualquer tipo). Para sobremesa, arroz doce e os famosos pastéis de Belém.

Cultura


Lisboa é uma cidade repleta de museus e centros culturais que vão desde a história do Fado até um aquário. Entre as dezenas de opções, selecionamos algumas bem interessantes.

Museu da Fundação Calouste Gulbenkian


Reconhecido centro cultural, este museu expõe cerca de seis mil peças de arte dos mais diferentes períodos da história humana. O lugar é dividido em duas áreas: a primeira é dedicada à arte oriental e clássica (Egito, Grécia, Roma, Islã, China e Japão) e a segunda, por sua vez, é referente à arte europeia. Antes de ir até lá, vale à pena consultar o site e conhecer as exposições temporárias. (Av. de Berna, 45A)

Museu Nacional do Azulejo


Dedicado a arte em azulejos, este museu é um prato cheio para aqueles que gostam deste tipo de arte, principalmente, com a volta deste tipo de material à decoração das casas dos brasileiros. Para completar, o museu está localizado no antigo Convento da Madre de Deus, fundado em 1509 pela rainha D. Leonor. (Rua da Madre de Deus, 4)

Oceanário de Lisboa


Com 5 milhões de litros de água, o aquário gigante oferece ao visitante a possibilidade de passear pelos diversos habitats marinhos. A jornada também incluí animais terrestres, como aves e mamíferos; todos eles com íntima ligação com a água. (Esplanada Dom Carlos I, s/nº)

Oceanário em lisboa

Cidade


Repleta de lugares muito tradicionais, a cidade de Lisboa convida para passeios descompromissados ao ar livre. Selecionamos alguns bairros, como:

Alfama


O bairro mais antigo da cidade, Alfama tem a maior concentração de turistas, restaurantes típicos, lojas de souvenires e casas de fado. Reserve um turno do dia para passear pelas suas ruas pitorescas, com casinhas coloridas, roupas penduradas e a atmosfera típica dos locais. Cheio de ruelas e ladeiras, o bairro é um labirinto (bem fácil de se perder).

Dica: Santo Antônio nasceu neste bairro, por isso existem diversas construções em homenagem a ele. A Igreja de Santo Antônio de Lisboa e a famosa Catedral da Sé (local de seu batismo) são muito visitadas por católicos e devotos.

Alfama em Lisboa

Bairro Alto, Chiado e Av. da Liberdade


Há três locais excelentes para hospedagem: os bairros Bairro Alto e Chiado (bem próximos um do outro), além da região onde está a famosa Av. da Liberdade.

Estes dois bairros têm muitas opções de lojas e restaurantes. Entre o Alfama e o Chiado está a Praça do Comércio, que é um dos principais pontos de encontro da cidade. O Bairro Alto é o mais indicado para quem quer curtir a vida noturna de Lisboa.

Ao norte da cidade, a Av. da Liberdade é a região mais nobre, abriga lojas de grifes, teatros e hotéis de conhecidas redes internacionais.

Dizem as lendas: todos aqueles que visitam Lisboa sofrem de saudade ao deixá-la para trás. Se isso acontecer, não se preocupe: diferente dos tempos das caravelas, hoje é muito mais fácil viajar até lá sempre que a vontade chegar.

Compartilhe este artigo