Bubble chat

Política de viagens corporativas: revise neste momento do RS

A política de viagens corporativas é um guia importante para que os colaboradores de uma empresa viajem da forma mais eficaz possível – com controle do orçamento e fechando negócios, dentro de um cenário de segurança e bem-estar para o viajante. 

No entanto, essa política não pode ser inflexível. Situações como a que ocorre agora no Rio Grande do Sul, em que o principal aeroporto do Estado está fechado, sem operar voos pelo menos até dezembro, pedem adaptações emergenciais nas regras. Aqui, na A1, temos destacado pelo menos cinco pontos aos nossos clientes

O que adaptar na política de viagens corporativas

Antecedência de compras de passagens aéreas 

A pouca disponibilidade de voos que partem e saem da Base Aérea de Canoas, aeroporto que foi estabelecido de maneira emergencial, tem resultado em mais procura do que oferta de assentos. Para empresas que precisam viajar de ou para Porto Alegre, estamos sugerindo fazer um adendo em suas políticas de viagens que aumente o tempo de antecedência mínima de compra de passagens aéreas para 20 dias.

Tempo para embarque 

No momento, o embarque e desembarque dos passageiros é feito no Park Shopping Canoas, com transporte de ou para a Base Aérea de Canoas. Por conta de questões de trânsito, sugere-se chegar com pelo menos três horas de antecedência para o embarque.

Aeroportos alternativos

Além do aeroporto de Canoas, que se tornou o principal, é preciso colocar como opção o de Caxias do Sul, lembrando que, na cidade da Serra, existem problemas de ausência de teto para pouso durante o inverno. O aeroporto de Florianópolis é outra opção, e, para esses casos, sugerimos sempre que a pessoa vá um dia antes para a cidade.

Deslocamento rodoviário

A inclusão do aeroporto de Florianópolis como opção resulta também em outros aditivos à política de viagens. Como, por exemplo, prever o deslocamento de ônibus e incluir outras categorias, como leito. Isso para que o colaborador que for viajar possa ter uma viagem um pouco mais confortável nas seis horas.

Seguro nacional

Com viagens se tornando mais longas e com deslocamentos mais variados, é importante também pensar em um seguro nacional para o viajante.

Sua empresa viaja muito para Porto Alegre e precisa fazer adaptações na política de viagens? Não perca tempo e fale com um consultor da A1!

Compartilhe este artigo