Bubble chat

Por que a gestão eficaz de viagens faz tanta diferença para sua empresa

Firmar parcerias, expandir negócios, fidelizar clientes e se relacionar com fornecedores. Tudo isso e muito mais é favorecido pela presença física e o olho no olho permitidos pelas viagens a trabalho, fundamentais para o funcionamento de cada vez mais empresas. 

Por que, então, muitos gestores enfrentam tremendas dores de cabeça quando o assunto é viagens corporativas? A resposta é simples: falta de uma gestão eficaz. Trata-se de um problema recorrente em muitas empresas. E o pior é que muitas só percebem quando o quadro começa a se agravar – rombos no orçamento, colaboradores insatisfeitos e baixos resultados.

Para ajudar você a identificar como uma boa gestão pode transformar suas viagens a negócio, a A1 separou as três áreas mais impactadas pela falta de planejamento qualificado. São campos que podem se transformar caso você invista em uma gestão experiente e determinada.

Também é fundamental dar uma boa olhada nas notícias de atualidades da região a ser visitada. Eventos diferentes podem causar insegurança ou simplesmente dificultar seu deslocamento. Desde um protesto político até um grande festival de música ou uma final de campeonato regional: tudo isso pode cruzar seu caminho e oferecer situações arriscadas se você não estiver preparado.


1. Controle de custos


descontrole nos gastos costuma ser o primeiro sintoma de um planejamento pouco eficiente. E o cenário atual está tornando essa gestão ainda mais desafiadora.

O transporte aéreo e terrestre, bem como a hotelaria, transformaram-se após a pandemia. O custo de passagens e de diárias de hotel se tornarem instáveis – difíceis de prever a médio e longo prazo.

Para driblar a instabilidade, além de planejamento, é preciso usar tecnologia para aumentar a previsibilidade aliada à experiência de quem já conhece o setor para apontar as melhores e mais personalizadas negociações.

2. Segurança


Não existe boa viagem sem segurança. É responsabilidade dos gestores alertar sobre os riscos potenciais de cada destino e orientar o modo mais rápido e eficiente de buscar ajuda.

Com o fim do distanciamento social, também é necessário estar atento às normas sanitárias de cada país – necessidade de vacinas, atestados, uso de máscaras e outros materiais de proteção etc.

O plano de segurança de cada viagem é único. Tentar repetir sempre os mesmos protocolos será ineficiente, deixará seus colaboradores frustrados ou irá expô-los a riscos.

A gente fez um conteúdo aqui no blog falando só de dicas de segurança em viagens. Confere aqui.

3. Produtividade


Fazer com que os colaboradores se sintam seguros e que suas viagens fluam, sem ficarem atolados em problemas de logística, é imprescindível para que os resultados alcançados sejam cada vez melhores.

Lembre-se que, ao visitar outra cidade ou país, o colaborador está representando sua empresa. Ou seja, ele tem uma missão a cumprir, e por isso precisa estar 100% focado nos seus objetivos. Uma gestão eficaz é aquela que minimiza ou zera as interrupções a esse foco.

Use a experiência de quem conhece o setor e sabe usar as soluções tecnológicas a seu favor. É dessa forma que você vai garantir controle de custos, segurança e produtividade nas viagens a negócios de sua empresa. 

Fale com a gente! Ajudamos sua empresa nessa missão.

Compartilhe este artigo